sábado, 20 de julho de 2013

Coisas que eu sempre carrego na mala e podem ser úteis

A pintura aqui andou meio devagar. Meu gatinho ficou doente e se foi e isso me deixou com outro pique!  Fiquei meio sem vontade de fazer as coisas e acabei me atrasando. Mas agora falta pouco, assim que tiver tudo terminado, vou mostrar como ficou cada espaço e contar o que eu aprendi com a experiência.
Enquanto isso, vou publicar os textos sobre viagem que eu tinha feito. Tive um problema com o computador, fiquei sem os textos, depois recuperei, mas acabei não publicando.
Então, de volta à série sobre viagem, hoje eu vou contar sobre coisas que carrego na mala, muitas podem ser bem úteis!

Plástico bolha, quem adora um trambo não vive sem!

Pasta de plástico dessas de guardar papel. São ótimas para trazer gravuras e postais sem amassar.

Ecobag. Você carrega dobradinha dentro da bolsa e ela te salva na hora que você está com vários saquinhos ou sacolinhas!

Travesseirinho. Ajuda na hora do voo, na viagem de carro, de ônibus e até quando o travesseiro do hotel é fino demais!

Adaptador de tomada. Vai salvar a sua vida quando só tem uma tomada no quarto e você precisa carregar a bateria da câmera e a do celular ao mesmo tempo e ainda quer usar o notebook.

Talheres, abridor de lata/garrafa, guardanapo, joguinho americano. Sabe aquele dia que você saiu antes de nove e só voltou depois das dez da noite e só quer saber de tomar banho, deitar e dormir? Um lanchinho no quarto vai ser tudo de bom! Se você estiver num hotel bacana, com serviço 24h, tudo bem, é só pedir pelo telefone, mas se a sua hospedagem for mais modesta, ter um lanchinho no quarto vai ser dos deuses!
Sabão para lavar roupa. Levo comigo sabão para roupa líquido. Ajuda muito.

Canga. Mesmo quando o destino não tem praia? Sim! Serve para tanta coisa! Além do mais é leve e ocupa pouco espaço.

Lanterna. Mesmo que você não seja escoteiro! Tudo bem que não precisa ser uma lanterna enorme, mas uma pequena pode ajudar. Já faltou luz na hora que eu fazia check-in no aeroporto. Lógico que durou muito pouco tempo. mas ela estava à mão. Com tantas histórias de roubos, imagina a confusão em um aeroporto sem luz.  Na mesma hora acendi. Se algum esperto for dar o golpe, ele vai preferir outra pessoa.


Uma bolsa de lona que na hora do desespero pode ajudar!